H1N1 tem terceira morte confirmada em Pernambuco


A terceira morte relacionada ao H1N1 foi confirmada em Pernambuco. Dessa vez, a vítima foi um homem de 41 anos que residia em Barreiros, na Mata Sul. O óbito ocorreu no dia 2 de abril, no Hospital Regional de Palmares. Diferente dos casos anteriores, a vítima não apresentava outras doenças associadas (comorbidades), fator considerado de risco para o agravamento do vírus. Com uma baixa procura pela vacinação, os casos graves de H1N1 dobraram nas duas últimas semanas no Estado e os internamentos por H3N2 subiram 25%.

O último boletim de Influenza aponta que os quadros de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) saltaram de 372 para 452, sendo que os SRAG por H1N1 foram de sete para 14 e os de SRAG por H3N2 subiram de oito para dez. As comparações se referem às semanas epidemiológicas 16 e 17 (até 21 de abril e até 28 de abril). “A gente está com vacina disponível há três semanas e menos de 20% do público se vacinou. Está muito baixo. Nas redes sociais, muita gente está falando que está com medo, mas esse medo não reverbera em atitude de procurar a vacina se a pessoa é do grupo de risco”, lamentou o diretor geral de Controle de Doenças Transmissíveis da Secretaria Estadual de Saúde (SES), George

infor e imagem folha pe

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Uma operação deflagrada pela DEIC culminou no confronto de onze suspeitos de cometer o assalto ao banco Bradesco de Águas Belas, Pernambuco,

Mortos pela polícia são Suspeitos de roubar bancos e até shopping; veja identificação

HOMEM E VÍTIMA DE TENTATIVA DE HOMICÍDIO EM GARANHUNS