BLOG  GARANHUNS ONLINE

Na Reta Da Notícia WWW.BLOGGARANHUNSONLINE.COM.BR

                             Foto Folha Pe 
O julgamento dos “Canibais de Garanhuns” pode ter nova reviravolta nesta sexta-feira (14). O advogado Giovanni Martinovich, que defende o réu Jorge Beltrão, vai pedir a internação permanente do seu cliente no Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico (HCTP), que fica em Itamaracá. A defesa alega que ele foi diagnosticado com um quadro “incurável” de esquizofrenia paranoide. Jorge Beltrão Negromonte, Isabel Cristina Torreão Pires e Bruna Cristina Oliveira, integrantes de um triângulo amoroso, vão a júri popular pela autoria dos homicídios de Giselly Helena da Silva, 31 anos, e Alexandra Falcão, 21, que foram mortas a golpes de facão, esquartejadas e tiveram parte da própria carne consumida pelo grupo.



Mesmo sem ser taxativo, Martinovich admitiu que a estratégia de defesa também representa a confissão dos crimes pelo cliente. Martinovich alega que, antes da descoberta dos homicídios em Garanhuns e em Olinda, Jorge já era paciente diagnosticado por perícia do INSS. Ele recebeu tratamento ao longo de três anos em uma unidade do Centro de Atenção Psicossocial (Caps).

No entanto, uma perícia forense elaborada durante o inquérito policial que investigou o duplo homicídio em Garanhuns apontou que os três réus estão cientes do que fizeram. Ou seja, para a Polícia Civil e o Ministério Público, eles não possuem transtornos mentais que justificassem os crimes. O advogado de Jorge contesta o laudo: “Esse laudo foi baseado em duas consultas”, afirmou Martinovich. Já o advogado de Bruna Oliveira não quis adiantar a estratégia de defesa, enquanto a defesa de Isabel Silveira alega que ela não participou dos crimes em Garanhuns.
Como será o julgamento

Cinco homens e duas mulheres vão selar o destino dos três réus. Sorteados na manhã desta sexta-feira (23), os sete jurados vão decidir se os réus são culpados ou inocentes das acusações de duplo homicídio triplamente qualificado, ocultação e vilipêndio de cadáver e de furto qualificado. Bruna também será julgada por falsa identidade.

Para o Ministério Público e a Polícia Civil de Pernambuco, eles mataram, esquartejaram, enterraram e comeram parte da carne dos corpos de Giselly Helena da Silva, 31 anos, e Alexandra Falcão, 20 anos. A acusação aponta que os crimes foram cometidos em fevereiro de 2012, na casa que o trio morava em Garanhuns, no Agreste pernambucano.

O julgamento dos réus começou por volta de 10h na 1ª Vara do Tribunal do Júri da Capital, que fica no Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, na Joana Bezerra, Recife. Bastante concorrida, a sessão presidida pelo juiz Ernesto Bezerra Cavalcanti foi acompanhada por muita gente, entre parentes das vítimas, jornalistas e curiosos.

No papel de acusador, o Ministério Público escalou como testemunha o ex-delegado Wesley Fernandes Oliveira, responsável pela investigação e pela prisão dos réus quando ainda era titular da Delegacia de Garanhuns. Atualmente, ele é promotor de Justiça em Alagoas. Após o depoimento de Wesley Fernandes, os réus serão interrogados.

Na sequência, o julgamento terá o debate entre o promotor de acusação e os advogados de defesa dos canibais. Cada um terá até duas horas e meia para expor seus argumentos. O promotor do caso ainda terá direito a réplica de até duas horas de duração, além de tréplica para a defesa com a mesma duração.
Só após o cumprimento desses procedimentos é que os jurados vão decidir se condenam ou absolvem Jorge, Isabel e Bruna. Não há prazo para fim do julgamento, mas é pouco provável que a sentença seja lida pelo juiz do caso em menos de dois dias úteis.

Não é a primeira vez que o trio divide o banco dos réus. Em 2014, eles foram condenados pela morte de Jéssica Camila da Silva Pereira, 17 anos, cujo homicídio cometido em Olinda, em 2008, teve os mesmos requintes de crueldade do duplo homicídio registrado no Agreste pernambucano. Jorge foi condenado a 23 anos de prisão, enquanto Isabel e Bruna receberam penas de 20 anos, cada. Todos continuam presos desde 2012.

Um comentário:

Ministério da Justiça autoriza uso da Força Nacional em Pernambuco

Força Nacional de Segurança Pública - José Cruz/Agência Brasil

O Programa Nacional de Enfrentamento à Criminalidade Violenta (projeto Em Frente Brasil) terá o apoio da Força Nacional de Segurança Pública nas ações de combate ao crime nos estados de Goiás, Pernambuco, do Pará, Espírito Santo e Paraná.

As portarias assinadas pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, autorizando a medida estão publicadas no Diário Oficial da União desta quinta-feira (22). As equipes deverão atuar nas capitais e cidades da região metropolitana.

Por um período de 120 dias, a contar do dia 30 de agosto e podendo ser prorrogado, os militares da Força Nacional vão apoiar as ações de policiamento ostensivo, preservação da ordem pública e da segurança do cidadão e do patrimônio.

De acordo com a portaria, o contingente de militares a ser disponibilizado obedecerá ao planejamento definido pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, cabendo aos estados e municípios dispor da infraestrutura necessária à Força Nacional.

Fonte Agência Brasil

Jovem de 22 anos fica cega depois de cozinhar ovo e retirar ele do micro-ondas


Bethany ficou cega após um ovo estourar em seu olho. Foto Reprodução/Reddit

Uma jovem de 22 anos relatou no Reddit, nesta quarta-feira (14), que ficou cega após um ovo estourar em seu olho: o motivo foi o cozimento ter sido feito no micro-ondas, que levou o alimento a estourar de dentro para fora.

Segundo Bethany Rosser, o acidente aconteceu enquanto ela preparava o café da manhã e, para ganhar tempo, decidiu cozinhar o ovo no micro-ondas. Assim que o tirou da máquina, o mesmo estourou na direção do olho e a deixou cega

“Quando abri o micro-ondas para ver se os ovos estavam bons, eles vieram direto para o meu rosto. Nunca fiquei tão assustada na minha vida”, escreveu Bethany na rede social.

A jovem inglesa se encaminhou para o hospital de Birmingham, na Inglaterra, mas sua visão não retornou após o tratamento com compressas na região.

Fonte: iG – Último Segundo

Caminhão adulterado é apreendido na BR 104, em Caruaru

Foto; reprodução PRF

Um caminhão com indícios de adulteração foi apreendido, na segunda-feira(19), pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR 104, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. O veículo havia saído de Brejo da Madre de Deus e seguiria para São Bento do Una, também no Agreste.

O veículo era ocupado apenas pelo motorista e foi abordado durante uma fiscalização no quilômetro 57 da rodovia. Após um procedimento minucioso de identificação veicular, foram constatados indícios de adulteração nos caracteres identificadores do caminhão.

O motorista informou que havia adquirido o veículo por R$135 mil ao proprietário de uma granja. Ele disse ainda que não sabia da adulteração.

O motorista foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil de Caruaru, que irá investigar o caso. O homem que vendeu o caminhão também se apresentou no local.

Projeto sobre porte de armas pode ser votado esta semana na Câmara


Fabio Rodrigues Pozzebom/Agênci

O plenário da Câmara dos Deputados pode votar, esta semana, o Projeto de Lei 3.723/19, do Poder Executivo, que permite a concessão, por decreto presidencial, de porte de armas de fogo para novas categorias, além das previstas no Estatuto do Desarmamento (Lei 10.826/03). Na semana passada, o plenário da Casa aprovou o regime de urgência para votação da proposta.


Atualmente, o porte só é permitido para as categorias descritas no Estatuto do Desarmamento, como militares das Forças Armadas, policiais e guardas prisionais. O porte de armas consiste na autorização para que o indivíduo ande armado fora de sua casa ou local de trabalho. Já a posse só permite manter a arma dentro de casa ou no trabalho.

O relator do projeto, deputado Alexandre Leite (DEM-SP), acatou três das 20 emendas apresentadas à proposta, como estender o porte de arma para os oficiais de Justiça e para os oficiais do Ministério Público.

Outra emenda quer incluir os integrantes dos órgãos policiais da Câmara Legislativa do Distrito Federal e das assembleias legislativas dos estados na lista dos autorizados a ter porte de arma e permitir os órgãos a comprar armas de fogo de uso restrito sem autorização do Comando do Exército.
Reforma tributária

A comissão especial da Câmara que analisa a proposta de emenda à Constituição (PEC 45/19) da reforma tributária vai ouvir na terça-feira (20) o autor da matéria, deputado Baleia Rossi (MDB-SP). Também será ouvido o economista Bernardo Appy, que preparou a proposta da Câmara, que unifica tributos sobre a produção e o consumo arrecadados pela União, pelos estados e pelos municípios, e cria outro imposto sobre bens e serviços específicos, cujas receitas ficarão apenas com o governo federal.

Na semana passada, a comissão aprovou o plano de trabalho do relator, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB). Ele propôs oito audiências públicas na Câmara sempre às terças-feiras, e seminários em cada uma das cinco regiões do país, em datas ainda serem definidas. O relator espera apresentar o parecer a partir de 8 de outubro.
Aposentadoria dos militares

A comissão especial da Câmara que vai debater a aposentadoria dos militares das Forças Armadas se reúne na terça-feira (20) para eleger os três vice-presidentes e para definir o roteiro de trabalho do colegiado.

Na semana passada, a comissão elegeu como presidente o deputado José Priante (MDB-PA) e como relator o deputado Vinicius Carvalho (PRB-SP). A instalação do colegiado, composto de 34 membros titulares e igual número de suplentes, foi feita na quarta-feira (14).

Segundo o Projeto de Lei 1645/19, enviado pelo governo em março deste ano, os militares passarão a contribuir mais para a previdência especial e a trabalhar mais para terem direito a aposentadorias e pensões.( com informações da agenciabrasil)

Substância produzida pelo organismo tem potencial para tratar diabetes

Arquivo/Agência Brasil

O pesquisador brasileiro Luiz Osório Leiria, durante pesquisa de pós-doutorado na Universidade Harvard, nos Estados Unidos, identificou uma substância produzida pelo organismo que ajuda a controlar os níveis de glicose e pode ser uma alternativa para o combate a diabetes. Atualmente ele é pesquisador do Instituto de Biologia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Em artigo publicado na revista Cell Metabolism, Leiria descreve pela primeira vez as funções de tal substância, o lipídio 12-HEPE, um tipo de gordura que é produzida e liberada pelo tecido adiposo marrom. O tecido adiposo marrom está principalmente relacionado à regulação térmica do organismo por meio da produção de calor. Já o tecido adiposo branco é aquele relacionado com a obesidade e tem a função é acumular gordura quando há excedente energético disponível.

Na pesquisa, Leiria descobriu que camundongos obesos tratados com o lipídio 12-HEPE apresentaram maior eficiência na redução dos níveis de glicose no sangue depois de receberem uma injeção com glicose concentrada, na comparação com os camundongos que não tinham recebido o tratamento com o lipídio.

“Mostramos que o 12-HEPE foi capaz de melhorar a tolerância à glicose em animais obesos, o que se deve à capacidade deste [lipídio] de promover a captação da glicose no tecido adiposo e no músculo. Aumentar a tolerância à glicose significa dizer a capacidade de transportar a glicose para os tecidos após uma ingestão alta de alimento (com glicose) reduzindo os níveis de glicose no sangue”, disse Luiz Osório Leiria.

O pesquisador demonstrou que o efeito benéfico do lipídio se deu pela capacidade do 12-HEPE promover a captação de glicose tanto no músculo quanto no próprio tecido adiposo marrom.
Diabetes

A importância da descoberta para um possível tratamento de pessoas com diabetes se dá porque os pacientes nessa condição têm seus níveis de glicose no sangue elevados e precisam de medicação para reduzir esses níveis. Leiria identificou, na pesquisa, que o lipídio 12-HEPE havia realizado a função de diminuir o nível de glicose no sangue entre os camundongos obesos.

“É cedo pra dizer, mas pode significar sim [um novo tipo de tratamento], pois no diabetes tipo 2 que ocorre intolerância à glicose, ou seja, ocorre um defeito da capacidade do organismo em captar a glicose após uma refeição e com isso a glicemia permanece elevada por muito tempo”, explicou.

Nos testes clínicos realizados com pacientes humanos, ao coletar amostras de sangue de pessoas magras e saudáveis, assim como de pacientes com sobrepeso e obesos, verificou-se que a quantidade de 12-HEPE do primeiro grupo foi maior do que no sangue dos pacientes com sobrepeso e obesos.

Ou seja, a pesquisa sugere a possibilidade de que a redução dos níveis desses lipídios na corrente sanguínea de pessoas obesas contribua, de alguma forma, para o aumento da glicose no sangue destes pacientes. A substância ainda não foi testada como tratamento em humanos, mas o pesquisador afirma que pretende fazer os testes no futuro.

Nos testes in vitro em células adiposas provenientes de humanos, os resultados mostraram que 12-HEPE aumentou a captação de glicose. “Em humanos, sabemos duas coisas: os níveis do lipídio são reduzidos em humanos obesos e, quando indivíduos tomam uma droga (Mirabegron) que ativa o tecido adiposo marrom, o lipídio é liberado no sangue”, contou Leiria.

Um remédio já comercializado no país chamado Mirabegron, indicado para o tratamento de uma disfunção urinária conhecida como bexiga hiperativa, tem também a capacidade de ativar o tecido adiposo marrom. A pesquisa de Leiria mostrou que pacientes tratados com esse medicamento têm níveis mais elevados de 12-HEPE no sangue.

PRF prende estudantes de medicina com quase 2 mil medicamentos irregulares no Paraná

Foto: reprodução PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 1.912 unidades de medicamentos importados ilegalmente do Paraguai na tarde deste sábado (17) na BR-277 em Cascavel, na região oeste do Paraná.

Entre os medicamentos apreendidos estão esteroides anabolizantes, abortivos e estimulantes sexuais.

Os dois ocupantes do carro, um homem de 28 anos de idade e uma mulher de 39 anos, foram presos em flagrante.

Ambos são estudantes de medicina no Paraguai. Eles entregariam a carga ilícita em Maringá (PR).

Foto: reprodução PRF

Durante a abordagem, os policiais rodoviários federais perceberam o nervosismo excessivo dos estudantes. Após uma fiscalização minuciosa, os medicamentos foram encontrados, dentro das quatro portas e do encosto dos dois bancos dianteiros do carro, um Kia Sorento.

Além dos fracos, ampolas e comprimidos, também foi apreendido um pacote de 1,1 quilo de cocaína. Um segundo pacote com cerca de 1 quilo de outra substância em pó foi encontrado, mas não foi possível fazer a sua identificação no local da abordagem. De acordo com os presos, trata-se de enantato de testosterona, um tipo de anabolizante.

Os dois presos irão responder pelo crime de importar ilegalmente produtos destinados a fins terapêuticos ou medicinais, previsto no artigo 273 do Código Penal. A pena varia de dez a 15 anos de prisão. Eles também responderão por tráfico de drogas, cuja pena vai de cinco a 15 anos.

A PRF encaminhou a ocorrência para a Delegacia da Polícia Federal em Cascavel.

Na última sexta-feira (16), outra equipe da PRF prendeu um homem com 1,2 mil anabolizantes, em Laranjeiras do Sul (PR).

Governo Municipal promove leilão de carros e maquinários no dia 30 de agosto


Foto: Divulgação

O Governo Municipal de Garanhuns, por meio da Secretaria de Infraestrutura, irá realizar um leilão de 31 veículos, entre carros e maquinários, no próximo dia 30 de agosto, a partir das 10h, no pátio do Centro Administrativo II, localizado na avenida Irga, nº 1248, bairro Novo Heliópolis. O leilão será realizado simultaneamente na plataforma online Lance Certo, no link: https://www.lancecertoleiloes.com.br/leilao/300819VE


Poderão participar do leilão pessoas físicas maiores de 18 anos ou emancipadas, e pessoas jurídicas regularmente constituídas. Os interessados em participar deverão portar cópias do documento de identidade, e C.P.F./M.F. (pessoas físicas); ou Estatuto/Contrato Social ou Última Alteração Consolidada e CNPJ (pessoas jurídicas) para participar do credenciamento, que é obrigatório para ofertar durante as etapas de lances. 


Outras informações podem ser retiradas na Secretaria de Infraestrutura, localizada no Centro Administrativo II, ou no telefone: (87) 3762-5026.