Um sargento da Polícia Militar foi preso, na manhã deste domingo (2), após ter atirado nos dois filhos, um deles encontra-se em estado grave e corre risco de vida. Moisés de Lima Carvalho, 49 anos, foi preso em flagrante e encaminhado para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). De acordo com a polícia, ele efetuou disparos depois de uma discussão com sua a esposa, quando os filhos tentavam apartar a briga. O crime aconteceu na rua Áureo Xavier, no Bairro do Cordeiro. De acordo com testemunhas, as brigas entre o casal aconteciam com frequência, mas, dessa vez, os dois jovens tentaram intervir.


O policial será autuado por tentativa de homicídio. As duas vítimas foram encaminhadas para os Hospitais da Restauração (HR) e Getúlio Vargas (HGV). Diego de Lima Carvalho, 28 anos, deu entrada no HR às 10h30, e passou por uma cirurgia vascular e outra geral, encontrando-se com risco de vida. Ele levou um tiro na barriga do próprio pai. Já o outro irmão, Moisés de Lima Carvalho Filho, 25, teve o braço atingido por uma bala, também passou por um processo cirúrgico e passa bem. O PM será apresentado em audiência de custódia e o inquérito será distribuído nesta próxima segunda-feira, tendo dez dias para ser concluído. Ele será custodeado no Centro de Reabilitação da Polícia Militar.


Segundo relatos de testemunhas aos policiais, o sargento era conhecido por dar tiros para o alto, na própria rua onde mora e discutir frequentemente com a esposa, de nome ainda não revelado. Ele é visto pela vizinhança como um homem violento e, segundo declaração feita em reserva à reportagem, estaria afastado do cargo por responder a processos na Corregedoria da PM por outra tentativa de homicídio. A PM não se posicionou sobre esse suposto afastamento ainda. Testemunhas informaram, ainda, que ele tem histórico de alcoolismo e está sendo acompanhado pela assistência social da categoria.


De acordo com o advogado de defesa do sargento, não houve intenção do PM de atirar nos dois filhos. O mais novo, atingido no braço, foi o primeiro a tentar intervir na briga entre o pai e a mãe. Ele mora numa casa ao lado e teria ido socorrer a mãe. O PM, entretanto, não sabe como o filho foi alvejado no ombro. Também disse não lembrar bem o momento em que o filho mais velho foi atingido no abdômen.


Confira a nota da PM


A Polícia Militar de Pernambuco esclarece que na manhã deste domingo (2), um policial militar, lotado no 13º BPM, atirou contra seus dois filhos, no bairro do Cordeiro. Vizinhos socorreram as vítimas para o Hospital Getúlio Vargas, onde um permanece e passará por cirurgia e o outro foi encaminhado para o Hospital da Restauração e também deve passar por cirurgia. Uma equipe do 13º BPM prendeu o policial e o encaminhou para o DHPP, que ficará responsável pelas investigações. (informações diário de pernambuco)

Nenhum comentário:

Postar um comentário