BLOG  GARANHUNS ONLINE

Na Reta Da Notícia WWW.BLOGGARANHUNSONLINE.COM.BR

ouça a matéria aqui

Luciano Souza Menezes era do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e realizava o curso em caráter de especialização. Foto: Reprodução

Um policial do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (Bepi) morreu nesta quarta-feira (6) ao participar de um treinamento na Ilha do Fogo, limite de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, e Juazeiro, na Bahia. O soldado Luciano de Souza Menezes teve um mal súbito e foi resgatado da água sem sinais vitais.

O Samu e o Corpo de Bombeiros foram acionados e tentaram reanimar o policial, mas não obtiveram êxito. Com a chegada da UTI Móvel, os socorristas fizeram o monitoramento cardíaco e uso de drogas vasoativas, mas após 45 minutos de reanimação, o óbito foi constatado.

Em nota, o 27º Curso Intensivo de Operações e Sobrevivência em Área de Caantiga (Ciosac), informou que no momento do mal súbito, o soldado usava duas boias, do tipo rescue-tubes, e era acompanhado por quatro instrutores, além de uma embarcação dos bombeiros.


De acordo com a Polícia Militar de Pernambuco (PMPE), na véspera da realização do curso um teste foi feito e constatou que Luciano de Souza tinha condições de participar da atividade. No entanto, quase no fim do percurso, o soldado sentiu cansaço e pediu uma boia, que foi entregue por uma equipe dos Bombeiros que acompanhava a movimentação. Depois, ele desfaleceu e foi retirado imediatamente da água.

A PM lamentou a morte do soldado e informou que ele era do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e realizava o curso em caráter de especialização. “Apesar do infortúnio, a corporação destaca que nenhuma medida preventiva deixou de ser tomada. Além da equipe técnica composta por quatro instrutores do BEPI que acompanhava a travessia, o policial recebia o acompanhamento de um enfermeiro socorrista do SAMU e oito bombeiros, sendo um oficial e sete praças, distribuídos em três embarcações e uma motonáutica (Jet Ski)”, acrescentou em nota.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, também nesta quarta-feira houve um chamado para atender outro aluno que teve um espasmo muscular durante o mesmo curso. Ele foi socorrido consciente para a UPA. Segundo o órgão, o espasmo foi causado pelo alto esforço físico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1