Mahatina era empresária em Rio Dpce, Olinda, e todos os dias fazia o mesmo trajeto na volta para casa. Foto: Reprodução / Redes Sociais

A empresária Mahatina Gracio de Carvalho, de 27 anos, dona do Bar da Codorna, foi vítima de um latrocínio na volta do trabalho para casa na noite da sexta-feira (5), na Avenida Tiradentes, no bairro de Rio Doce, em Olinda. Os três suspeitos de praticar o crime foram presos horas depois bairro do Carmo, na Rua do Sol, em um dos pontos da rota de fuga da Operação Lei Seca. Após serem detidos pela polícia, um dos criminosos confessou o crime.

Após a investida, a vítima tentou acelerar e foi atingida por um disparo na peito e não sobreviveu ao ferimento. Foto: Divulgação

De acordo com a Polícia Militar, Salatiel Brandão dos Santos, de 21 anos, confessou que horas antes, em um assalto, havia assassinado a empresária. Mahatina estaria levando dois funcionários em casa, após deixar um deles em sua residência, com a outra funcionária ainda no carro, foi abordada pelos criminosos.

A comerciante teria reagido no momento da abordagem, tentando acelerar o carro, e acabou sendo baleada na região do tórax. O tiro atravessou o vidro da janela. Ainda segundo a PM, a empresária foi levada a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Cidade Tabajara, em Olinda, mas não resistiu.

Para a Polícia Civil, Mahatina pode não ter sido escolhida aleatoriamente. De acordo com a delegada Vilaneida Aguiar, a suspeita é de que os criminosos teriam conhecimento da rotina e do trajeto que a vítima fazia. “Pela forma e pelo local, acreditamos que tudo foi planejado”, declarou a delegada.

Além de Salatiel, também foram presos João Carlos dos Santos Barbosa, de 19 anos, e Eudes Carneiro do Vale Filho, de 29. Eudes afirmou aos policiais em depoimento que é motorista de aplicativo e que fazia uma corrida por fora. Com os suspeitos, os policiais encontraram no banco de trás do veículo duas bolsas de mulher, com R$ 127, um celular e documentos. Também foi apreendido na casa do suspeito de assassinar a empresária, um revólver de calibre 38.

Fonte OP9

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compre agora aqui com o nosso Parceiro

Três pessoas são detidas com 20,6 kg de maconha em Caruaru



Um casal e um adolescente, de 17 anos, que transportavam 20,6 kg de maconha foram detidos nesta quarta-feira (16), pela Polícia Rodoviária Federal na BR 232, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. O veículo utilizado para o transporte do entorpecente possuía registro de roubo e utilizava placas clonadas.
Durante uma fiscalização na rodovia, os policiais deram ordem de parada a um carro, que se evadiu e fugiu em alta velocidade. A equipe realizou o acompanhamento do veículo, que foi abordado no quilômetro 138, próximo ao Sítio Peladas.

Pouco antes da abordagem, um dos passageiros conseguiu fugir e três ocupantes do carro foram detidos. Ao verificar o porta-malas do automóvel, foram encontrados dois sacos contendo diversos tabletes de maconha.

O grupo foi encaminhado junto com o entorpecente à Delegacia de Polícia Civil de Caruaru, que irá investigar o caso.

Rato e flagrado roendo queijo em supermercado


Está circulando nas redes sociais o vídeo produzido por cliente de um supermercado do bairro do Recreio, no Rio de Janeiro. O rato foi visto fazendo a festa em cima de queijos.

O vídeo foi feito no último sábado (12) e mostra o animal andando sobre os queijo e depois roendo uma das embalagens do balcão refrigerado. Revoltados, os clientes acionaram a gerência.

Em nota, o supermercado informou que os produtos do setor envolvido foram recolhidos e devidamente descartados. A empresa também informou que foram realizados procedimentos para garantir a segurança da operação da unidade, onde não foi detectada qualquer infestação, mas a Vigilância Sanitária do Município informou que não foi acionada

PF combate grupo criminoso liderado por presidiários no Maranhão


Por Agência Brasil

Uma organização criminosa especializada em tráfico de armas e drogas é alvo da Operação Intramuros, deflagrada na manhã desta terça-feira (15) em três cidades do Maranhão: São Luís, Imperatriz e Codó. As investigações identificaram líderes de facções que comandavam as ações da quadrilha de dentro dos presídios.

O serviço de inteligência da PF levantou que a organização tinha uma estrutura de comando piramidal com um setor responsável por planejar e realizar tráficos de drogas, armas e outros crimes no Maranhão e em outros estados.

Os policiais federais estão cumprindo 32 mandados de prisão preventiva e 32 de busca e apreensão em endereços dos investigados. As ordens judiciais foram autorizadas pelo juiz Francisco Ronaldo Maciel Oliveira, da 1.ª Vara Criminal de São Luís.

O nome da operação, Intramuros, é uma referência ao fato de algumas lideranças da organização serem presidiários. Os investigados serão indiciados pelos crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de armas e organização criminosa.

Mega-Sena acumula e prêmio pode chegar a R$ 34 milhões


Por Agencia Brasil

Ninguém acertou o prêmio principal da Mega-Sena e o prêmio estimado pela Caixa Econômica Federal para o próximo concurso é R$ 34 milhões.

As dezenas do concurso 2.197, sorteadas nesta segunda-feira (14), no Espaço Loterias Caixa, em São Paulo, foram as seguintes: 03 - 11 - 29 - 35 - 44 - 57.

A quina saiu para 150 apostas e cada uma vai pagar R$ 20.886,96. A quadra teve 7.727 ganhadores. Eles vão receber, cada um, R$ 579,23.

O concurso 2.198 será realizado na próxima quarta-feira (16). As apostas podem ser feitas até as 19h do dia do sorteio em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa, em todo o país. O bilhete simples, com seis dezenas marcadas, custa R$ 3,50.