BLOG  GARANHUNS ONLINE

Na Reta Da Notícia WWW.BLOGGARANHUNSONLINE.COM.BR


O som e a Sílaba será encenado nesta quinta-feira (18), às 19h, no Teatro Luiz Souto Dourado

Uma peça de teatro, um musical que tem sido aclamado por onde passa, abre a programação cultural do Festival de Inverno de Garanhuns 2019, nesta quinta (18), no Teatro Luiz Souto Dourado, às 19h. “O Som e a Sílaba” foi escrito e concebido por Miguel Falabella, especialmente para Alessandra Maestrini e Mirna Rubim, cantoras-atrizes com registro lírico. A peça retrata a história de Sarah Leighton, uma mulher com diagnóstico de autismo com habilidades musicais e sua relação com Leonor Delis, sua professora de canto. O enredo envolvente e a qualidade técnica do espetáculo serve como um esquenta para uma programação de igual relevância artística – e diversidade territorial – que marcará os dez dias do festival. Confira aqui a programação completa do 29º Festival de Inverno de Garanhuns.

A noite de abertura do FIG contará ainda com um Tributo a Luiz Vieira, um pernambucano de Caruaru que, nos anos 50 e 60, fez sucesso em todo país. Ano passado, ao completar 90 anos, foi celebrado com um show que virou DVD e trouxe a participação de grandes nomes da música nacional, como o cantor Daniel, Sérgio Reis e Zeca Baleiro. O FIG não poderia deixar de ressaltar a obra e a importância de Luiz Vieira para o cancioneiro brasileiro, e também promove um tributo, desta vez com Altemar Dutra Jr,. Claudette Soares, Eliana Pittman, entre outros.

Na sexta-feira (19), o FIG começa cedo com a volta de programação de curtas e longas no Cine Eldourado. No Parque Euclides Dourado, já tem Pavilhão de produtos do artesanato pernambucano, atividades gastronômicas no Castainho, mais um espetáculo imperdível no Teatro Luiz Souto (O Alienista) e muita música. O Som na Rural, no Parque Euclides Dourado, é uma mostra da cena autoral mais experimental e sem rótulos de todo festival. Quem quiser saber o que de novo está acontecendo na música nordestina, que chegue na Rural. Na sexta (19), destaque para os sons da Mata Norte Pernambucana, com o Mestre Anderson Miguel, que ressignificou o samba do maracatu; e Edmilson do Pífano.

Uma das ações formativas mais importantes do FIG começa no primeiro final de semana. O Seminário Arte Contemporânea em Debate vai trazer vários temas pertinentes às linguagens da música, teatro, artes visuais e dança para o FIG. Myriam Taubkin (música), Kléber Mendonça (cinema), Angela Monteiro (literatura), Galiana Brasil (Artes Cênicas, Itaú Cultural), Rebeka Monita (Artes Plásticas) são alguns dos convidados.

No sábado (20), começa o palco da Cultura Popular, a partir das 10h, em pleno centro da cidade de Garanhuns. Grupos e agremiações expressivas de Pernambuco marcam presença neste dia: Maracatu Piaba de Ouro (14h), Tribo Indígena Carijós do Recife (recentemente eleita Patrimônio Vivo, às 15h), e o Samba de Coco das Irmãs Lopes (19h) são algumas das atrações.

Ainda no sábado (20), SaGRAMA e Antônio Nóbrega estarão, a partir das 16h, dentro da programação do Conservatório Pernambucano de Música na Catedral de Santo Antônio. No Som da Rural, a banda Devotos – um ícone do cenário punk rock pernambucano, em turnê nacional pelos 20 anos de carreira, apresenta-se às 22h30. No palco Dominguinhos, a paulista Mariana Aydar faz a pré-estreia do novo show em que abraça de vez o forró. Será o primeiro show de Veia Nordestina, que ela fará pelo Natura Musical, em todo país. A noite tem ainda Zélia Duncan, num show com forte tom feminista; e o rock do Barão Vermelho, repleto de clássicos para fazer a praça cantar em uníssono.

NOVIDADES - Uma das grandes novidades deste ano na programação do FIG é o Figuinho, uma programação especial voltada para o público infantil, que vai acontecer no sábado (20), a partir das 15h, no Parque Ruber Van Der Linden. A partir das 15h, haverá atividades circenses e agremiações infantis. No primeiro dia, às 17h30, haverá show da Fada Magrinha. E no domingo (21), às 18h, Carol Levy. Também voltado principalmente para o público infantil, os espetáculos de circo se repetem às 14h e às 16h, no primeiro sábado e domingo. Aliás, toda programação do FIG voltada para as crianças, está sendo assinalada na programação do festival como “Figuinho”.

No domingo (21), às 14h, será lançado o Prêmio Palhaço Cascudo de Incentivo às Artes Circenses – 2019, um prêmio que visa reconhecer, premiar e incentivar trajetórias de artistas circenses, tanto para os jovens até 29 anos e para os circenses com trajetória consolidada. O lançamento acontecerá na lona do circo, montada no Parque Euclides Dourado.

Para encerrar o primeiro final de semana do FIG, um palco Dominguinhos que destaca a presença criativa da mulher na música brasileira. Começando por Karina Buhr, que fará uma prévia do seu novo disco; continuando com a carioca Letrux, pela primeira vez tocando em Pernambuco numa programação aberta ao público; e fechado com Céu, num show de transição entre a última turnê e as músicas novas, que estarão num CD que em breve entra em estúdio para gravar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

29° Festival de Inverno de Garanhuns aponta bons resultados na movimentação econômica


Foto: Nichole de Andrade e Hilton Marques — (Secom/PMG)

O 29° Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) movimentou a economia da cidade durante o mês de julho e beneficiou diretamente a população. A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SDE) divulgou uma pesquisa realizada com 120 pessoas dos ramos de hotelaria, gastronomia, entretenimento e comércio, além do público no geral, e aponta bons resultados do evento.


Os números divulgados atestam a satisfação da população. De acordo com a pesquisa, 68% dos entrevistados acharam a programação ótima ou excelente. No quesito “Organização”, 74% considerou o FIG ótimo ou excelente. 


A rede hoteleira também foi movimentada durante o festival. Segundo o material levantado, houve um aumento de 83% de ocupação durante a festa. Com isso, 56% dos empreendimentos fizeram novas contratações. 


Na rede alimentícia, que engloba bares, lanchonetes e restaurantes, houve aumento de 60% no movimento e 34% dos estabelecimentos fizeram novas contratações extras, para o período do festival, com uma média de quatro por empreendimento, de acordo com dados repassados diretamente pelos entrevistados. 



A Casa das Artes, assim como outros empreendimentos turísticos culturais privados que agregaram a programação, vêm se consagrando anualmente como polo alternativo do FIG com 85% de satisfação dos comerciantes de alimentos e bebidas, com aumento de vendas de 100% em relação ao ano anterior (2018).


Com informações da Secretaria de Desenvolvimento Econômico

Motorista alcoolizado é detido com 103 Kg de maconha em São Caetano



Um homem, de 27 anos, que transportava 103 quilos de maconha em uma caminhonete roubada foi detido na segunda-feira (29), pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR 232, em São Caetano, no Agreste de Pernambuco. O motorista estava sob efeito de álcool e havia saído de Petrolândia, no Sertão, com destino ao Recife.


O flagrante aconteceu no quilômetro 145 da rodovia, quando os policiais avistaram uma caminhonete trafegando a uma velocidade muito baixa. Ao abordar o motorista, os policiais perceberam que o homem apresentava sinais de embriaguez e constataram o índice de 0,47 mg/l no teste do bafômetro, que configura crime. Além disso, o condutor não possuía a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Durante a verificação, foram encontrados na carroceria da caminhonete fardos contendo a droga. Também foi descoberto que o veículo portava placas clonadas e havia sido roubado no dia 28 de maio, em Gravatá, no Agreste do estado.


O condutor foi detido e encaminhado junto com o entorpecente à delegacia de Polícia Civil de São Caetano, para a continuidade dos procedimentos legais. O crime de tráfico de drogas prevê pena de cinco a 15 anos de reclusão e multa.





Uso de simulador para obtenção de CNH será facultativo


Fonte agencia brasil 

Resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicada no Diário Oficial da União (DOU) de hoje (17) torna facultativo o uso de simulador de direção veicular no processo de formação de condutores, para a obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

As novas regras preveem, ainda, redução de 25 para 20, no número de horas-aula (h/aula) práticas nas auto-escolas, para a categoria B da CNH. No caso da categoria A, serão necessárias pelo menos 15 h/aula. Em ambos casos, pelo menos 1h/aula terá de ser feita no período noturno. Para condutores de ciclomotores, a carga horária mínima será de 5h/aula.

As medidas começam a valer no prazo de 90 dias a serem contados a partir de hoje – data em que a matéria foi publicada no DOU.

Em abril, durante reunião do Contran que definiu as novas regras, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, disse que as mudanças ajudarão a desburocratizar etapas do processo de formação do condutor. “As decisões foram fruto de muita reflexão e estão sendo tomadas com toda responsabilidade”.

Na oportunidade, ele argumentou que o simulador não teria eficácia comprovada. “Ninguém conseguiu demonstrar que isso tem importância para formação do condutor. Nos países ao redor do mundo, ele não é obrigatório, em países com excelentes níveis de segurança no trânsito também não há essa obrigatoriedade. Então, não há prejuízo para a formação do condutor”, disse.

De acordo com o ministro, a medida visa reduzir a burocracia na retirada da habilitação. Ele disse que a decisão vai estimar uma redução de até 15% no valor cobrado nos centros de formação de condutores.