BLOG GARANHUNS ONLINE


 

BLOG GARANHUNS ONLINE

6/recent/ticker-posts 1

HCP amplia oferta de mamografias a partir deste mês de agosto para a campanha “Outubro Rosa o Ano Inteiro”


A campanha Outubro Rosa está marcada no calendário mundial como um movimento de conscientização para o controle do câncer de mama. Durante esse período, mulheres do mundo todo, que se enquadram na faixa etária indicada, correm para fazer sua mamografia. No Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP), por exemplo, a realização desses exames aumentou cerca de 100% em outubro de 2020 comparado aos outros meses do mesmo ano. Porém, é imprescindível destacar que o cuidado com as mamas precisa ser o ano todo. Segundo a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), se detectado no início, o câncer de mama tem 95% de chances de cura. Ou seja, mulheres que completarem 40 anos não devem esperar até outubro para realizar os seus exames.

Com o objetivo de estimular o cuidado com a saúde das mamas em todos os meses do ano, o HCP ampliou a sua oferta diária de mamografias de 50 para 70 senhas a partir deste mês de agosto e lança a campanha “Outubro Rosa o Ano Inteiro”, a partir desta terça-feira (24). Para agendar, as mulheres precisam ter 40 anos ou mais e não ter feito a última mamografia a menos de um ano. Para facilitar a marcação dessas consultas, a startup Recifense TI Saúde entrou nessa parceria e disponibilizou uma plataforma de marcação de mamografias online, que pode ser acessada pelo link hcp.org.br/outubrorosa. Basta preencher o cadastro, escolher a data e o horário do exame e, em seguida, aguardar a confirmação do agendamento por e-mail. No dia e hora marcada a paciente deve procurar o serviço de Raio-x do HCP. “Fomos procurados pela equipe de marketing do hospital e não poderíamos ficar de fora dessa campanha. Estamos disponibilizando gratuitamente essa ferramenta para facilitar a marcação dos exames e garantir que as mulheres agendem as suas mamografias”, explica o Gerente de Projetos da TI Saúde, Rodrigo Falcão.

A mamografia é um exame de imagem utilizado para identificar lesões, nódulos, assimetrias, além de ser a maneira mais eficiente de identificar o câncer antes dos nódulos nos seios serem palpáveis, ou seja, indica o aparecimento da doença antes de qualquer percepção no autoexame. O câncer de mama é um tumor maligno que se desenvolve pela multiplicação desordenada de células na região da mama. A doença não tem causa única, a idade é um dos mais importantes fatores de risco para a doença, assim como obesidade e sobrepeso, consumo de cigarro e bebida alcoólica, sedentarismo, histórico familiar de câncer de mama em homens e alteração genética. “Dentro da missão de trabalhar apoiando programas de prevenção de câncer, o HCP oferece mamografia durante todo o ano. É muito importante que a mulher faça sua mamografia aqui ou em outra unidade de saúde. Quanto mais cedo for detectada a doença, maior a possibilidade de um tratamento menos invasivo”, ressalta o superintendente geral, Hélio Fonsêca.

Entre os principais sintomas estão nódulo único endurecido; irritação, inchaço, dor ou vermelhidão na mama; retração da pele; secreção sanguinolenta no mamilo; inchaço no braço. O tratamento varia de acordo com o tipo e o estadiamento da doença, classificado de I a IV, de acordo com as características do tumor. “O tratamento dependerá do tamanho da lesão. Entre os principais procedimentos estão a quimioterapia, radioterapia e cirurgia. Em casos mais agressivos, se faz necessário a combinação de dois ou mais procedimentos”, explica a coordenadora do serviço de mastologia do HCP, dra. Carolina Vasconcelos.

Em Pernambuco, a estimativa para cada ano do triênio 2020-2022 é de 2,3 mil casos novos de câncer de mama com uma taxa bruta de 47,86 casos a cada 100 mil mulheres, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA).

Sobre o HCP: O Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) é uma instituição privada e sem fins lucrativos, que se dedica ao diagnóstico e tratamento de pacientes oncológicos por meio do Sistema único de Saúde – SUS. Por ser uma instituição filantrópica, o HCP conta com doações contínuas de pessoas físicas e jurídicas para manter a qualidade no atendimento aos pacientes. Esses recursos são utilizados no custeio, na modernização do parque tecnológico e nas instalações físicas do hospital. Além disso, são direcionados para complementar o custo do tratamento dos pacientes.

O ambulatório de patologia mamária do Hospital de Câncer de Pernambuco é composto por uma equipe de 11 mastologistas, além de oferecer ao paciente um tratamento multidisciplinar formado por oncologistas, fisioterapeutas, psicólogos, dentistas, entre outros, que acompanham o paciente desde o diagnóstico até o restabelecimento na vida cotidiana.

Postar um comentário

0 Comentários