BLOG GARANHUNS ONLINE


 

999999999999999999999999

BLOG GARANHUNS ONLINE

6/recent/ticker-posts 1

Em Garanhuns, Estado oficializa chamamento de instituições do Programa Pernambuco que Alimenta


Pernambuco vai ganhar, nos próximos dias, um novo programa de enfrentamento à insegurança alimentar e nutricional. Na noite da segunda-feira (6), o Governo do Estado oficializou o chamamento das entidades contratadas para o fornecimento de gêneros alimentícios a serem doados a pessoas em situação de vulnerabilidade. O anúncio foi feito pelos secretários estaduais de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Edilazio Wanderley, e de Desenvolvimento Agrário, Luís Eduardo Antunes, durante a abertura do 11° Congresso Estadual da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares de Pernambuco (Fetape), em Garanhuns.

O programa terá o objetivo de atuar em duas frentes: na primeira, vai beneficiar agricultores familiares, que terão recursos e destinação garantidos para sua produção por meio das cooperativas e entidades contratadas para fazer o fornecimento dos alimentos. Já na ponta, a população em vulnerabilidade terá assegurada a comida na mesa. "Este é um programa enviado pelo governador Paulo Câmara para a Assembleia Legislativa a partir de uma demanda da agricultura familiar e que, agora, estamos entregando com o nome de Pernambuco que Alimenta. Serão 80 mil kits distribuídos em todo o Estado", adiantou Edilazio Wanderley.

Os kits, com 16 quilos por família, contêm itens como banana, melão, laranja, mel, inhame, macaxeira e batata doce. A distribuição será feita conforme os indicadores e critérios relacionados à assistência social em cada município. A previsão é de que o lançamento oficial do programa aconteça ao longo das próximas semanas em municípios do Interior do Estado. "Esta ação é um exemplo claro de como se pode fazer uma política de estado em prol da população", afirmou o secretário Luís Eduardo Antunes.

Também participaram do ato de chamamento das instituições os deputados federais Danilo Cabral e Carlos Veras, o deputado estadual Doriel Barros, a deputada estadual Teresa Leitão, a presidente da Fetape, Cícera Nunes, e Jaime Amorim, dirigente do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Postar um comentário

0 Comentários