blog garanhuns online

Na Reta Da Notícia WWW.BLOGGARANHUNSONLINE.COM.BR


As transferências de profissionais no serviço público são atos administrativos discricionários normais, e às vezes necessários, para um melhor funcionamento das instituições federais, estaduais e municipais. Por melhor funcionamento, entenda-se maior produtividade. Em se tratando da Polícia Civil de Pernambuco maior produtividade significa realizar um trabalho que resulte em uma maior resolução de crimes e garanta bem estar e sensação de segurança para a coletividade. Mas causa estranheza quando um servidor, que vinha desempenhando sua função com um elevado grau de efetividade, é transferido, repentinamente sem uma justificativa. É o caso do atuante delegado de Polícia Civil João de Oliveira Lins. O boletim da Secretaria de Defesa Social do Estado publicou esta semana sua exoneração como chefe da 22ª Delegacia de Homicídios de Garanhuns, nomeando-o para uma delegacia na cidade de Bom Conselho. O interessante é que o próprio teor da portaria que transferiu o policial contradiz a lógica ao salientar que a remoção é necessária de modo a imprimir maior dinamismo e produtividade nas atividades das delegacias subordinadas à Dinter I, de maneira que as metas do Pacto Pela Vida sejam atingidas .


Ora, se é sabido e reconhecido por grande parte da população e imprensa de Garanhuns que o delegado João Lins, não só atingiu a meta quanto a taxa de resolução de Crimes Violentos Letais Intencionais, (homicídio), mas melhorou e muito essa estatística no município, por que sua transferência agora? A quem interessa sua saída? É estranho. Procuramos o próprio João Lins para sabermos a motivação, mas ele, muito polido e fiel à hierarquia da Polícia Civil, limitou-se a dizer que a vida é feita de desafios. Entretanto quem o conhece de perto assegura que o delegado ficou bastante frustrado e decepcionado com sua saída repentina da chefia da Delegacia de Homicídios de Garanhuns.


O silêncio compreensível de Lins contrasta com depoimentos de quem entende a importância do trabalho realizado pelo delegado em Garanhuns. “O investimento do Governo do Estado em segurança não tem chegado muito à estrutura das próprias delegacias. Às vezes os próprios policiais têm que comprar materiais para executarem sua função melhor. Teve delegacia que foi pintada com dinheiro próprio da equipe. Ficamos triste com a saída de João Lins porque ele formou uma boa equipe que, mesmo em condições de trabalho precárias, conseguiu um excelente resultado. Logicamente não podemos tirar o mérito dos outros delegados, mas o resultado do trabalho dele e de sua equipe na rápida resolução de muitos homicídios em Garanhuns, principalmente os ligados ao tráfico de drogas, é digno de reconhecimento e apoio,” frisou um colega da imprensa que cobre diariamente a cena policial da cidade.


Já um agente da Polícia Civil que trabalhou com o delegado, ressaltou o seu profissionalismo e produtividade. “Dr. João Lins é um excelente delegado, muito profissional e engajado na causa de resolução de crimes e na investigação. Desde que assumiu a 22° DHPP de Garanhuns, desenvolveu um trabalho sério, juntamente com a sua equipe de escrivão, agentes e comissários, culminando com um aumento significativo de envios de Inquéritos Policiais de homicídios para à Justiça, como nunca antes verificado. Tal fator é de grande importância porque trouxe maior sensação de segurança e justiça, para a população da cidade e em especial aos familiares das vítimas. Sua transferência chocou a todos nós e não entendemos o que motivou sua saída”, frisou o agente, que pediu reserva de sua identidade.


OPERAÇÃO GARANHUNS VERDE REDUZIU NÚMERO DE HOMICÍDIOS NO MUNICÍPIO

Foi em outubro de 2017 que ocorreu uma das operações policiais mais importantes dos últimos anos em Garanhuns. Com a participação de 125 policiais civis, e sob o comando de João Lins, que coordenou toda a fase de investigação, a ação desarticulou três organizações criminosas envolvidas em roubo qualificado, receptação, comércio ilegal de arma de fogo, clonagem de veículos, falsificação de documentos, posse de armas de fogo e munições; tráfico de drogas e formação de quadrilha na região. Na ocasião, dezoito pessoas foram presas e seis quilos de crack e cocaína foram apreendidos. Como a ação da quadrilha estava diretamente ligada a homicídios motivados pelo tráfico de drogas, registrou-se uma sensível diminuição nos casos de assassinatos na cidade de Garanhuns, sobretudo de outubro passado pra cá.


TIRO QUE PODE SAIR PELA CULATRA

Diante da inegável produtividade apresentada pela Delegacia de Homicídios de Garanhuns durante a passagem do Delegado João Lins pela sua chefia, fica difícil entender o porque de sua saída repentina. Se a intenção das transferências dentro do arcabouço organizacional da Polícia Civil de Pernambuco é, como diz a própria portaria que exonerou o policial, dar maior dinamismo e resolutividade na solução de crimes para que metas do Pacto Pela Vida sejam atingidas, conclui-se que a Dinter I deu um tiro no próprio pé, o que pode significar também um tiro na esperança de dezenas de famílias de Garanhuns que aguardam angustiadas a elucidação de homicídios de parentes próximos. O substituto de João Lins será o delegado Eric Costa que atualmente exerce suas funções em Bom Conselho.


(Com informações do V&C Garanhuns – http://www.vecgaranhuns.com/)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Zoo Férias é opção de lazer para a garotada em janeiro



Programação conta com trilhas, peça teatral, oficinas de pintura, brincadeiras, Zoo Noturno e muito mais no Parque Estadual de Dois Irmãos

Em janeiro, a diversão da garotada está garantida com muitas atividades e contato direto com a natureza no Parque Estadual de Dois Irmãos, localizado na Zona Norte do Recife. O Governo do Estado de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS), dá início, nesta segunda-feira (14), ao Zoo Férias 2019, com uma programação que mescla lazer e educação ambiental. A colônia é voltada para crianças de 6 a 12 anos, que terão a oportunidade de participar de trilhas, aulas de educação ambiental, além de fazer coleta de sementes, plantio de mudas e muito mais.

Nesta edição, o Zoo Férias acontece em dois períodos: de 14 a 18 de janeiro, e de 21 a 25 de janeiro. Para participar, é necessário fazer a inscrição na administração do parque. Os pequenos que ingressam na colônia participam de atividades guiadas pelas equipes técnicas do zoológico, formada por médicos veterinários, biólogos, zootecnistas, tratadores e monitores. Em cada dia da semana, eles vivenciam experiências diferentes, que vão desde acompanhar a alimentação de animais, brincadeiras, oficinas de pintura, trilhas na mata, até uma aventura à noite no zoo.

Nos quatro primeiros dias da colônia (segunda a quinta), as crianças chegam às 8h e ficam até o meio-dia, no parque. Nesses dias, os pais não precisam permanecer no local. Já no último dia da semana, na sexta, a programação acontece à noite, a partir das 17h30. Trata-se do Zoo Noturno, um passeio muito especial para conhecer os animais de hábitos noturnos. Para esta atividade, a garotada precisa estar acompanhada de um responsável, usar calça comprida e sapatos fechados. Aqui, a dica é ainda levar uma lanterna para ver os animais.

Todos que participam do Zoo Férias recebem um kit temático, com camisa, bolsa e uma garrafinha de água. Durante as atividades, os pequenos também têm direito a lanche: sanduíches, biscoito diversos, frutas variadas e sucos. Os ingressos, que já estão à venda, custam R$ 180,00 por criança e R$ 350,00, em caso de irmãos.

Funcionamento estendido – Quem não quiser participar da colônia pode aproveitar para fazer uma visita ao zoológico nestas férias de verão. O Parque Estadual de Dois Irmãos teve seu funcionando estendido e, até o dia 03 de fevereiro, abre todos os dias da semana, das 09h às 16h. Antes, o equipamento fechava às segundas para manutenção e atividades administrativas internas.

Serviço
O que: Zoo Férias é opção de lazer para garotada em janeiro
Quando:
1ª Semana: 14 a 18/01/2019
2ª Semana: 21 a 25/01/2019
De segunda a quinta: das 8h às 12h
Sexta: o Zoo Noturno: a partir das 17:30h
Local: Parque Estadual de Dois Irmãos, na Praça Farias Neves, Dois Irmãos, Recife
Entrada: R$ 180,00 por criança e R$ 350,00 (irmãos).
(Do pe.gov.br)

Marina Elali e o Maestro Eduardo Lages apresentam o show "Sucessos do Rei" em Recife

Em parceria com a Globo Nordeste o show será gravado e lançado em DVD :imagem da internet

No dia 25 de janeiro o Teatro RioMar Recife receberá o show “Sucessos do Rei” com o Maestro Eduardo Lages - maestro do rei Roberto Carlos - e a cantora Marina Elali. E a apresentação na capital pernambucana terá um gostinho especial: em parceria com a Globo Nordeste o show será gravado e lançado em DVD.

No repertório, os fãs poderão se emocionar com “Olha”, “Amor Perfeito”, “Como Vai Você”, “É Preciso Saber Viver”, “Como é Grande o Meu Amor Por Você”, além de outras canções que marcaram a carreira do rei Roberto Carlos.

“Interpretar os sucessos de Roberto Carlos ao vivo, acompanhada pelo grande maestro do Rei será mágico para mim e para o público”, comenta a cantora Marina Elali.

Ao montar o espetáculo, Lages sabia que a voz que daria vida as canções deveria ser especial. “Quando imaginei um show com uma cantora para dividir o palco cantando as músicas do Roberto Carlos, lembrei da interpretação de Marina Elali, e assim nasceu este show”.

Benefícios do INSS acima do salário mínimo terão reajuste de 3,43%

Antonio Cruz/Agência Brasil

Os segurados da Previdência que recebem acima do salário mínimo terão seus benefícios reajustados em 3,43%, conforme o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

O índice foi oficializado por meio de portaria do Ministério da Economia, publicada hoje (16), no Diário Oficial da União (DOU). O reajuste é retroativo a 1º de janeiro de 2019.

O teto dos benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) passa a ser de R$ 5.839,45 (antes era de R$ 5.645,80). As faixas de contribuição ao INSS (Instituto do Seguro Social) dos trabalhadores empregados, domésticos e trabalhadores avulsos também foram atualizadas.

O INSS informou que as alíquotas são de 8% para aqueles que ganham até R$ 1.751,81; de 9% para quem ganha entre R$ 1.751,82 e R$ 2.919,72; e de 11% para os que ganham entre R$ 2.919,73 e R$ 5.839,45. Essas alíquotas, relativas aos salários de janeiro, deverão ser recolhidas apenas em fevereiro, uma vez que, em janeiro, os segurados pagam a contribuição referente ao mês anterior.
Valores definidos

O piso previdenciário, valor mínimo dos benefícios do INSS (aposentadoria, auxílio-doença, pensão por morte) e das aposentadorias dos aeronautas, será de R$ 998,00. O piso é igual ao novo salário mínimo nacional, fixado em R$ 998 por mês em 2019.

Para aqueles que recebem a pensão especial devida às vítimas da síndrome da talidomida, o valor sobe para R$ 1.125,17, a partir de 1º de janeiro de 2019.

No auxílio-reclusão, benefício pago a dependentes de segurados presos em regime fechado ou semiaberto, o salário de contribuição terá como limite R$ 1.364,43.

O Benefício de Prestação Continuada da Lei Orgânica da Assistência Social - destinado a idosos e a pessoas com deficiência em situação de extrema pobreza -, a renda mensal vitalícia e as pensões especiais para dependentes das vítimas de hemodiálise da cidade de Caruaru (PE) também sobem para R$ 998,00. Já o benefício pago a seringueiros e a seus dependentes, com base na Lei nº 7.986/89, passa a valer R$ 1.996,00.

A cota do salário-família passa a ser de R$ 46,54 para o segurado com remuneração mensal não superior a R$ 907,77, e de R$ 32,80 para quem tem remuneração mensal superior a R$ 907,77 e inferior ou igual a R$ 1.364,43.

Fator de reajuste dos benefícios concedidos de acordo com as respectivas datas de início, aplicável a partir de janeiro de 2019.
Fator de reajuste dos benefícios concedidos de acordo com as respectivas datas de início, aplicável a partir de janeiro de 2019
DATA DE INÍCIO DO BENEFÍCIO
REAJUSTE (%)
Até janeiro/2018
3,43
em fevereiro/2018
3,20
em março/2018
3,01
em abril/2018
2,94
em maio/2018
2,72
em junho/2018
2,28
em julho/2018
0,84
em agosto/2018
0,59
em setembro/2018
0,59
em outubro/2018
0,29
em novembro/2018
0,00
em dezembro/2018
0,14
Fonte: Secretaria de Previdência