Esta segunda-feira (23) marca os cinco anos sem Dominguinhos,



Esta segunda-feira (23) marca os cinco anos sem Dominguinhos, compositor, instrumentista e cantor pernambucano. José Domingos de Morais, nascido em Garanhuns em 1941, morreu no dia 23 de julho de 2013, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, em decorrência de um tratamento de câncer de pulmão que já durava seis anos.

Dominguinhos iniciou a carreira musical ainda na infância, filho do mestre Chicão, tocador e afinador de fole de oito baixos. Inicialmente, o menino formou um trio com mais dois irmãos e passou a se apresentar em feiras livres, botequins e hotéis. Foi tocando na porta de um hotel, em 1948, que Dominguinhos foi ouvido por Luiz Gonzaga, que se impressionou com os meninos e lhes deu um endereço no Rio de Janeiro. Gonzaga virou padrinho de Dominguinhos, presenteando-o com uma sanfona.

O jovem passou a tocar em bares, churrascarias e cassinos do Rio de Janeiro, até ser convidado para ingressar na Rádio Nacional, onde gravou seu primeiro disco. Daí em diante, passou a ser convidado para parcerias com grandes nomes como Gilberto Gil, Caetano Veloso, Maria Betânia e Gal Costa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

HOMEM E VÍTIMA DE TENTATIVA DE HOMICÍDIO EM GARANHUNS

Sargento que ejaculou em mulher dentro de ônibus é expulso da PM

Começou às 15h desta quarta-feira (14) o depoimento do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT)